quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Ben Shapiro: «Hollywood quer o seu dinheiro... e a sua mente!» (com legendas)


     O eloquentíssimo judeu Ben Shapiro (sim, nazionaliztaz, judeu!) denuncia a forma verdadeiramente maquiavélica como Hollywood usa o nosso dinheiro para nos formatar ideologicamente. Muito do que ele diz tem sido denunciado na blogosfera nacionalista ao longo dos anos, mas o vídeo tem a virtude de nos mostrar vários exemplos concretos de como Hollywood influencia, de forma determinante, o comportamento daqueles que vêem as suas produções.

Moral da história:  Hollywood não é apenas uma indústria global de entretenimento, é sobretudo uma indústria global de doutrinação ideológica. E é por isso que os nacionalistas coerentes, aliás, toda a Direita digna desse nome, jamais deve pagar para ver os filmes e as séries de TV feitos pela cambada hollywoodesca. Notem bem, eu não estou a dizer que não os devemos ver, estou a dizer que não devemos contribuir para a indústria que os produz, o que é muito diferente. Eu acredito que devemos vê-los, mas sem nunca pagar por eles. E usando sempre de um espírito muito, mas muito crítico!

Recordar é viver: Costa das Índias e Rio Risonho no clube de Bilderberg


      Na sequência desta posta, o Filho da Truta (FdT) teve a bondade de me recordar que a ligação entre o monhé que quer criar um "espaço Schengen da lusofonia" e o novo líder do PSD já é de há longa data. Com efeito, o FdT trouxe-nos aqui esta notícia (muito obrigado, caro FdT!) de Junho de 2008, que é por demais ilustrativa:

«Os presidentes das duas maiores Câmaras do país trocaram convites para as festas dos respectivos santos populares e foi-lhes reconhecida uma relação muito amistosa, mesmo sendo de partidos rivais. Segundo o Semanário, a justificação está relacionada com uma recente reunião do Clube Bilderberg, onde Rui Rio e António Costa participaram.

Olha que três! Só falta lá mesmo o "eng.º" Pinto de Sousa...

Este fórum mundial é famoso por apostar em personalidades que, mais cedo ou mais tarde, acabam por ganhar um papel preponderante em alguns sectores, até chegarem mesmo à governação dos seus países. E ambos os autarcas estiveram na reunião em Virgínia, nos EUA, no dia 6 de Junho.

Francisco Pinto Balsemão é membro permanente do Clube Bilderberg, em 2004 estiveram lá José Sócrates e Santana Lopes (antes da crise aberta por Durão Barroso que deixou Santana no poder e, posteriormente, Sócrates), Nuno Morais Sarmento e José Pedro Aguiar Branco também já foram a uma reunião. Este ano foi a vez de Rui Rio e António Costa. 


Rio à frente do PSD, Costa no comando do PS?

O presidente da Câmara Municipal do Porto foi apontado como um provável sucessor de Luís Filipe Menezes à frente do PSD e Rio chegou mesmo a dar a entender que precisava de «apagar uns fogos» no partido. Apesar do autarca não ter avançado para a candidatura, o convite para o Clube nesta altura não deve ter sido inocente. E, com Morais Sarmento e Aguiar Branco, pode mesmo passar por aqui o futuro dos sociais-democratas, seja qual for o resultado em 2009, com Manuela Ferreira Leite.

Já o autarca de Lisboa também tem perspectivas para o futuro. Com boas referências em praticamente todas as famílias socialistas, António Costa pode ser um lógico sucessor de José Sócrates na liderança do PS. O único obstáculo poderá ser nova maioria absoluta do primeiro-ministro em 2009, já que, quatro anos depois, o rotativismo daria preferência ao PSD. Mas Costa pode esperar. E, caso a maioria absoluta de Sócrates não se confirme, este poderá não estar disposto a governar e a pasta pode passar para António Costa. 

Os cenários são, para já, imaginários, mas o passado do Clube de Bielderberg deixa antever mais poder para Rui Rio e António Costa

Os cenários eram imaginários em 2008, mas concretizaram-se no caso de Rio (líder do PSD) e superaram as previsões no caso de Costa (primeiro-ministro de Portugal). Entretanto, haverá sempre quem vocifere que "isso do Clube de Bilderberg não passa de uma teoria da conspiração, pá!" e que "é preciso censur... eeer... regular as redes sociais que veiculam esse género de desinformação, pá!"

A moral da história aqui é que, por muito que queiramos eleger quem nos (des)governa e votemos nas eleições para escolher entre candidatos aparentemente diferentes, há manobras de bastidores que determinam, em concreto, quem é ou deixa de ser escolhido para nos (des)governar, sendo que as aparentes diferenças entre candidatos dos grandes partidos são apenas isso, aparentes. 

A solução para combater este estado de coisas não é enterrar a cabeça na areia e deixar de ir votar, como muitos infelizmente defendem no movimento nacionalista. Isso apenas contribuirá para que fique tudo na mesma! A solução é, em vez disso, votar precisamente nos candidatos que a superclasse mundialista não aprova. Veja-se o caso de Viktor Órban, por exemplo. O homem já foi eleito duas vezes pelo seu povo, podendo ser novamente eleito no próximo mês de Abril, apesar da sua oposição temerária ao criminoso Soros e quejanda escumalha globalista!

______________________________
Ainda sobre o clube de Bilderberg:


Durão Barroso volta a ser recompensado por ser um bom lacaio...

Tucker Carlson explica o Marxismo Cultural em menos de dois minutos


     A intervenção que se segue é um dos momentos mais brilhantes na notável carreira deste grande senhor. Da próxima vez que alguém vos disser que os americanos são ignorantes e analfabetos por terem votado no Presidente Trump, mostrem-lhes este vídeo. 

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

O novo PSD: porque prostituir-se é o melhor remédio...


     A direitinha está cada vez mais direitinha, i.e. mais indistinguível da Esquerda. Como se já não bastasse a inocuidade do "presidente dos afectos", o Costa das Índias pode agora contar também com a subserviência do Rio risonho. Nunca foi tão fácil ser o primeiro-ministro da tugalândia!

Os eleitores do PSD merecem inteiramente toda a dor que esta imagem eventualmente lhes provoque, tal como os eleitores do CDS não merecem mais do que a betinha islamófila que dá pelo nome de Assunção Cristas.

Diz lá, meu Costinha, gostas mais de mim ou do Marcelo?
Eeer... nestas coisas, eu sou como os muçulmanos, há sempre espaço para mais uma esposa lá em casa!

____________________________
Outras da direitinha merdosa:

A nossa "direitinha" modernaça: paz e amor, bródas!
Um homem da "direitinha", pois claro!
A valente merda que é a nossa "direita" (3)
A valente merda que é a nossa "direita" (2)
A valente merda que é a nossa "direita"
Da nova cruzada da "direitinha tuga"...
E por falar em 'fake news'...
Marcelo "saúda calorosamente" os muçulmanos em Portugal!
Marcelo volta à mesquita de Lisboa...
Dá cá um abraço, ó David! 

Ainda a propósito do caso anteiror...


    A juntar aos dados anteriores (relembro: "facada" + "jovens" + "vários" + "indivíduos"), temos agora este vídeo, publicado nas últimas horas, em que se fala de "grupos rivais". Parece que os "jornalistas" até já têm o cuidado de evitar a palavra "gangues"! No vídeo também se diz que "os moradores e os comerciantes da zona não querem falar" por terem medo de represálias...

Três jovens esfaqueados junto a escola secundária em Lisboa... ou seriam "jovens"?


«Três jovens com idades 17, 18 e 20 anos foram esfaqueados ao início da tarde desta terça-feira deste Martes junto da escola secundária Eça de Queirós, em Lisboa. Todas as vítimas são do sexo masculino e os ferimentos com a arma branca foram desferidos em várias partes do corpo. 


Os primeiros cuidados foram prestados no local pelos bombeiros e pelo INEM. O alerta terá sido às 14h56. A vítima menor de idade foi transportada para o Hospital D. Estefânia. As outras vítimas foram para o S. José. 

Fonte da PSP afirmou que as agressões ocorreram "junto à escola" e não dentro da escola, e terão sido o culminar de "distúrbios entre vários indivíduos". "Não são conhecidos até ao momento a gravidade dos ferimentos, nem o motivo das agressões", acrescentou. Fonte do Ministério da Educação confirmou que as agressões ocorreram "nas imediações da escola" e indicou que as agressões "não envolveram a comunidade escolar".»

Ora, temos aqui pelo menos três palavras-chave: 'jovens', 'vários' e 'indivíduos'. Tudo indica que estamos perante um episódio protagonizado pela "juventude". Mas como a identidade "etária" dos protagonistas desta notícia não foi divulgada pelos "jornalistas", ficamos assim, a modos que sem saber...

____________
Ver também:


Mais dois detidos por agressões e navalhadas em Lisboa (Cais do Sodré)
Em zona altamente africanizada: "jovens" enriquecem-se à facada!   
Em zona altamente africanizada: segurança de discoteca morto a tiro (Gladius)
Mais um jovem "enriquecido" no Cais do Sodré
No Cais do Sodré (em Lisboa): "jovens" esfaquearam gravemente um homem
Seis "jovens" detidos em Lisboa por "prática reiterada" de roubos em Lisboa (B.º Alto e Cais do Sodré)

"Jovens" agridem revisor e espalham o terror na estação da Damaia 
Em Porto Covo (Sines, Setúbal): "jovens" enriquecem-se mutuamente
Empresário enriquecido por "jovens" em Agualva (Sintra)
Em Lisboa: "jovem" agente da polícia "espalhou terror" em assalto a bordel nos Olivais
Em zona altamente africanizada: quatro seguranças esfaqueados

Mais uma historiazinha vibrante do Seixal...
Lusofonia vibrante: alógeno mata segurança por "motivo fútil"

Os estranhos casos de violação nas noites de Lisboa Mais um agente da PSP agredido no Seixal...
Racismo anti-branco em Portugal: menina de 13 anos agredida por quatro "jovens" no Seixal
Em zona altamente africanizada: PSP detém dois por roubos e agressões
Em zona altamente africanizada: karma apanha dois jornalistas da RTP!
Em Coimbra: segurança guineense abatido a tiro por assassino brasuca
Fuzileiro trava a tiro terror em discoteca... na Alemanha? Nos EUA? Não, aqui Portugal!
Em zona altamente africanizada: polícia teve de usar fogo real para travar luta em discoteca

ASAE fecha discoteca "Luanda" em Lisboa
Um "jovem" traquinas a divertir-se algures na Amadora...
Sobre o homicida do segurança assassinado Vernes em Lisboa...
Lusofonia vibrante: GNR leva a cabo a emocionante "operação african car"

E em França, continua a dança (11)...


     Hoje, 19 de Fevereiro de 2017, dois "indivíduos" foram mortos à machetada durante uma rixa festa da diversidade junto à estação ferroviária de Matabiau, na cidade de Toulouse. A polícia descreveu as vítimas como "sem abrigo", mas lá foi dizendo que a área onde tudo aconteceu é "notória" por ser usada por traficantes de droga. Eu acrescento que Toulouse é também uma das cidades mais islamizadas de França.

A fachada da estação de Matabiau, junto à qualteve lugar o crime a grande festa.

Esta foi apenas um das muitas maravilhas com que o país presidido pelo globalista Nelinho Macron foi brindado nas últimas semanas. Houve muitas outras:
  • No dia 18 de Fevereiro, as secretas francesas divulgaram que  67 "parisienses" que viviam no bairro de Trappes, uma "no-go zone" dos subúrbios de Paris, foram recrutados pelo Estado Islâmico (ISIS). Em Trappes haverá pelo menos 1500 salas de oração islâmica e 5 mesquitas. De acordo com o Dr. Leslie Shaw, Presidente do Fórum para a Gestão do Radicalismo Islâmico, em Trappes todos os talhos são Halal, as mulheres vestem-se de acordo com os preceitos islâmicos mais restritivos e o bairro é um autêntico Estado à parte do resto de França.
  • No dia 14 de Fevereiro, uma "mulher polícia" de 20 anos, descrita como "radicalizada" pelos seus colegas de profissão, foi detida no subúrbio de Seine-Saint-Denis (Paris) depois de ter sido acusada de desviar duas pistolas Sig Sauer de 9 mm da esquadra em que trabalhava. As autoridades não explicaram como é que uma das suas agentes foi "radicalizada" e por quem...
  • No dia 13 de Fevereiro, a socióloga francesa Isabelle Gillette-Faye, directora do Grupo para a Abolição da Mutilação Genital Feminina, afirmou que 30% das meninas do bairro Seine-Saint-Denis (o mesmo do caso anterior) estavam em risco de virem a ser vítimas de mutilação genital feminina.
  • No dia 3 de Fevereiro, um homem entrou num salão de cabeleireiro em Mantes-la-Jolie, uma comuna a Oeste de Paris, e ameaçou chacinar os presentes. O homem, que já era conhecido das autoridades locais pela sua "radicalização", acabou por detido e posteriormente internado por "demência".
  • No dia 31 de Janeiro, dois adolescentes muçulmanos de 15 anos espancaram um menino judeu de 8 anos por este estar a usar um quipá.
  • No dia 21 de Janeiro, as autoridades francesas acusaram um homem de 33 anos, que tinha jurado lealdade ao ISIS, de planear um ataque teorrista. O homem foi detido na cidade de Nimes (a noroeste de Marselha, a cidade mais islamizada de França) e em sua casa foi encontrado material para fabricar bombas.
  • No dia 19 de Janeiro, dois guardas prisionais foram esfaqueados, na prisão de Borgo, na ilha da Córsega, por um "recluso radicalizado" que terá gritado 'Allahu akbar!' durante o "incidente". Um dos guardas foi ferido com gravidade e teve de ser levado para o hospital. Na semana anterior, um outro "recluso radicalizado" tinha atacado outros guardas na prisão de Vendin-le-Vieil (Pas-de-Calais, a Norte de França), usando uma tesoura e uma navalha de barbear. E alguns dias mais tarde, ainda outro "recluso radicalizado" tinha atacado e ferido vários guardas na prisão de Mont-de-Marsan (Nouvelle-Aquitaine, no Sudoeste de França). No dia 18 de Janeiro, cerca de 120 "reclusos" da prisão de Fleury-Mérogis (Essone, a sul da capital Paris), a maior prisão da Europa, tinham-se recusado a regressar às suas celas. Fleury-Mérogis tem mais de 4300 reclusos e é conhecida como centro de radicalização islâmica.
  • Na manhã do dia 13 de Janeiro, um homem de 34 anos repreendeu as alunas da Escola Secundária de Dauphine (Paris) pelo seu vestuário "imodesto" e gritou 'Allahu akbar!'. O homem também terá atentado contra a fachada da Igreja de São Bernardo, acabando por ser detido pelas autoridades e posteriormente hospitalizado para "avaliação psiquiátrica".
Perante tudo isto (que é apenas uma amostra do que se passa regularmente no Francostão), parece-me pertinente perguntar: hoje em França, amanhã em Portugal?... 

___________________
Outras do Fracostão:

E em França, continua a dança (10)...
E em França, continua a dança (9)...
E em França, continua a dança (8)...
Continua a jihad sobre rodas: "maluquinho" atropela três chinocas perto de Toulouse (França)
Os 'franciús' estão num grande dilema: devem ou não aceitar que um bebé se chame 'Jihad'?
"Maluquinho" atropela seis soldados franceses em Paris, ferindo três deles com gravidade
 Três vídeos que vale a pena ver (50): Lauren Southern em Paris
Ainda a Lauren Southern em Paris... (com legendas)
Da iminvasão em França...
Polícia "franciú" desmantela acampamento de imigrantes ilegais

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Ainda sobre o filme "Pantera Negra"


A sorte dele é que uma pantera preta, porque se fosse branca seria garantidamente racista!

 Quem fez este 'meme' é um racista que não entende que o multiculturalismo só é bom no Ocidente!

 Quem também gosta de fazer este género de figuras é o Justino Larilão Trudeau.

Claro, menina Owens, porque o Trump é branco e o pantera negra é preto.
Os pretos não podem ser racistas, enquanto os brancos são racistas por omissão, dããã!

 Lá está, os muros só são racistas quando é o Presidente Trump que os manda construir!

Há dois brancos no filme! Portanto, os "nazis" não se podem queixar de falta de diversidade!

Arre porra, os guerreiros da (in)justiça social encontram sempre defeitos em tudo! 

E para terminar...
 ...raciiiiiiiiiiiiismooooooooooo!!!
  
_____________
Ver também:

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Paul Joseph Watson sobre o filme "Pantera Negra" (com legendas)


     A tradução e legendagem deste vídeo está longe de ser perfeita, havendo até alguns erros ortográficos nas legendas. Ainda assim, decidi partilhá-lo convosco, porque já percebi que o número de visualizações dos vídeos que eu divulgo aqui no TU tende a aumentar quando o vídeo é legendado... e eu não posso legendá-los a todos, pelo que tenho de aproveitar o trabalho dos outros tradutores, mesmo quando esse trabalho não é perfeito.

Em relação ao assunto do vídeo em si, o esquerdalho tem celebrado entusiasticamente o lançamento do filme "Pantera Negra" como o primeiro filme protagonizado por um super-herói africano. O grande PJW mostra-nos que isso não é verdade, já houve outros filmes com negros como protagonistas e até como super-heróis protagonistas. Mas as pertinentes observações do Sr. Watson nãos se ficam por aí. Sobre Wakanda, por exemplo, que é o país fictício onde vive o Pantera Negra, o Sr. Watson nota que há vários elementos de carácter nacionalista que estão a ser celebrados pelos "críticos" do filme mas que, se fossem usados num filme sobre brancos, seriam seguramente considerados "racismo"...

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Alberto Gonçalves sobre o caso das agressões no Hospital de S. João (Porto)


     Confesso que fiquei extrema e agradavelmente surpreendido com a coragem evidenciada por esta crónica do Alberto Gonçalves. É inacreditável que o Observador da direitinha tenha permitido a sua publicação, porque os escritos que se seguem são do mais politicamente incorrecto que eu já li na "nossa" imprensa. Um grande bem-haja, Sr. Gonçalves!
«Em teoria, eu deveria achar certa graça à fúria com que os ciganos investem contra o Estado. Na prática, a graça perde-se no zelo com que reclamam os respectivos benefícios.
Durante o Estado Novo, os jornais fintavam a censura mediante palavras ou expressões que diziam mais do que o explícito: ainda que tosco, o “código” permitia ler o que não estava escrito. Hoje, no Estado Novíssimo a que chegámos, pouco mudou. A censura e os “códigos” mantêm-se, simplesmente a primeira é obra dos próprios jornalistas e os segundos, sempre toscos, pretendem ocultar em vez de revelar.»
------> continua a ler aqui <------
 

NOTA: quem não estiver ao corrente do que se passou no Porto, pode ler sobre o caso aqui e também este comentário do João no Livro das Imagens.

Triste futebol: adeptos do Liverpool entoam cânticos pró-islâmicos


     Um muito obrigado! ao Filho da Truta (FdT) por me ter dado a conhecer este vídeo que, em menos de 30 segundos, consegue ser deixar qualquer nacionalista que se preze deprimido. Um grupo de adeptos do Liverpool, aparentemente embriagados e muito saltitantes, cantam alegremente em homenagem ao seu novo ídolo, o egípcio Mohamed Salah (ou simplesmente Mo Salah), que actua como avançado desse clube (cada vez menos) inglês.

É realmente muito triste, mas o europeu médio não dá para mais do que isto: basta aparecer um alógeno que se destaque um bocadinho nalguma área inútil para a sociedade, que o paspalho europeu fica logo  todo inebriadinho e desata a prostituir-se alegremente... e até canta entusiasmadamente ao mesmo tempo que oferece o rabinho de bom grado, porque a Europa "moderna" e "progressista" é isso mesmo, levar por trás e celebrar!



Deixo aqui uma tradução do cântico repugnante:
Mo Salah lah lah lah lah
Se ele é suficientemente bom para ti,
ele é suficientemente bom para mim!
Se ele marcar outros tantos [golos],
então eu serei muçulmano também!
Se ele é suficientemente bom para ti,
ele é suficientemente bom para mim!
Sentado numa mesquita
é onde eu quero estar!
Mo Salah lah lah lah lah

E então, nazionaliztaz? O que me dizem a isto? Sim, vocês, que juram constantemente que "o futebol é um desporto identitário"? A culpa aqui também é dos judeus? Foram os judeus que obrigaram estes macacos imbecis brancos a entoar loas ao avançado muslo e à sua desumana religião do deserto? Foram?!?!...

Enfim, vou concluir esta posta reproduzindo este comentário certeiro que o FdT deixou aqui no TU e que eu subscrevo a 100%:
«Estes otários bêbados dão tanta importância a ver uns gajos vestidos de vermelho, azul ou roxo marcar uns golos, que até são capazes de vender o próprio país, a própria religião, a própria mulher, o próprio cu...cambada de tristes, vermes sem espinha dorsal absolutamente nenhuma merecem tudo de mal que aconteça à Europa!»

O criminoso Soros volta a pressionar a UE para que "regule" (i.e. censure) as redes sociais


     Como os caros leitores do TU certamente saberão, o criminoso Soros tem passado este mês de Fevereiro a praticar uma das suas actividades mafiosas favoritas: fomentar o globalismo e o genocídio da raça branca em vários países da Europa. A criatura maléfica doou, nas primeiras semanas deste mês, mais de meio milhão de euros à organização anti-Brexit Best for Britain (é engraçado como estas ONGs antidemocráticas têm sempre nomes que sugerem que elas sabem o que é melhor para todos nós). Tendo sido criticado por uma primeira doação de 454 mil euros, o criminoso Soros doou outros 100 mil euros posteriormente.

 O especulador genocida com a sua marioneta permanentemente embriagada.

Mas, como não podia deixar de ser, o genocida dos olhos encovados não se ficou por aí. Como tinha denunciado o Nigel Farage no Parlamento Europeu, Soros tem mantido contacto directo com os membros não-eleitos da Comissão Europeia (CE), a tal do bêbado corrupto Juncker e companhia, e voltou a fazê-lo recentemente:
«O bilionário e actvista anti-fronteiras George Soros exigiu que a União Europeia regule as redes sociais porque as mentes dos votantes estão a ser controladas e "manipuladas". Soros escreveu, num artigo publicado pelo [Al-]Guaridan, que a dimensão das redes sociais faz delas uma "ameaça pública", argumentado que elas levam as pessoas a votar contra as causas globalistas, o que inclui terem votado no Presidente Trump. E acrescentou que a falta de regulação das redes sociais ameaça a democracia e a "integridade das eleições".
Os média alternativos e os movimentos "populistas" têm estado muito activos nas redes sociais, usando as suas plataformas para superar os grandes média e promover causas a que o Soros e os seus aliados se opõem.
Soros tem uma relação próxima com os membros não-eleitos da CE com quem já reuniu pessoalmente 11 vezes desde o Brexit [notar que a sua organização, sintomaticamente designada por Open Society, reuniu 42 vezes com a CE só em 2017]. A primeira-ministra Teresa May, em contraste, reuniu apenas três vezes com a CE desde o Brexit.
Soros disse ainda  que "o Presidente Donald Trump quer criar o seu próprio estado mafioso", e acrescentou que o Presidente norte-americano faz parte do mesmo problema que inclui o ditador norte-coreano Kim Jong-Un.»

Agora atentem bem nesta parte, caros leitores, porque é especialmente interessante:
«"Nos EUA, os reguladores não são suficientemente fortes para bater o pé à influência política dos monopólios. A UE está mais bem posicionada, porque não tem gigantes corporativos da mesma dimensão". Soros louvou ainda a comissária Margrethe Vestager, a dinamarquesa que visitou recentemente Cuba sem nunca condenar as violações dos direitos humanos nesse país: "a comissária Vestager é a campeã da abordagem europeia".
Soros já foi condenado por insider trading [obter lucros nos mercados financeiros graças à posse de informação privilegiada], sendo também suspeito de ter tentado interferir nas eleições presidenciais de 2016. O seu nome surge cerca de 60 vezes em emails divulgados pela WikiLeaks durante a campanha eleitoral.»

Resumindo e concluindo, o criminoso Soros está em todas! Nos grandes mé(r)dia, nos mercados financeiros, nas ONGs da caridadezinha, nos financiamento aos arruaceiros antifa e no lóbi político activo, actuando directamente sobre as pessoas mais poderosas da Europa e dos EUA. E o mais assustador é que ele é apenas a face mais visível de todas, porque há muitas outras escondidas ou mais discretas a actuar de forma semelhante!

Claro que a conversa do canalha mafioso no artigo do Al-Guardian é uma treta pegada e descarada: as redes sociais não são ameaça nenhuma, elas são a única garantia da existência de alguma Democracia e liberdade de expressão de facto na Europa; os média alternativos não manipulam as pessoas, o que eles fazem é mostrar às pessoas o outro lado da história, aquele que os grandes mé(r)dia controlados por Soros e pelos seus amiguinhos nunca mostram; e o que lixa realmente o Soros em relação aos EUA, mais do que qualquer coisa, é a existência da Primeira Emenda da notável Constituição norte-americana, que ainda vai permitindo aos americanos dizerem o que realmente pensam. Na Europa não existe essa garantia e é por isso que o criminoso Soros gosta tanto do Velho Continente.

_____________
Ver também:

Nigel Farage denuncia a influência do criminoso Soros e da sua Open Society sobre a União Europeia
Douglas Murray sobre as diferenças idiossincráticas entre o Oeste e o Leste da Europa
Bill Whittle denuncia o Black Lives Matter e a mentira de que os negros são as maiores vítimas da polícia
Ainda sobre o novo presidente da França
A Hungria mostra ao mundo como lidar com o criminoso Soros
Peitção contra o criminoso Soros e a sua agenda genocida para os povos da Europa
Criminoso Soros: «Trump é um vigarista e um aspirante a ditador!»
O criminoso Soros está a financiar a oposição às restrições à imigração impostas por Trump
Tomi Lahren: «George Soros e os seus peões do caos»
Curiosidades do reino animal

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Jordan Peterson: os homens estão a abandonar as universidades (com legendas)


     Em mais um excelente vídeo, o já mítico Professor de psicologia da Universidade de Toronto explica, recorrendo ao modelo de personalidade dos Grandes Cinco, porque é que há cada vez menos homens ocidentais nas nossas universidades. Em termos simples, o ambiente escolar favorece as personalidades mais conformistas, i.e. favorece aquelas pessoas que aceitam mais facilmente a autoridade sem "fazer ondas"... e essas pessoas são maioritariamente mulheres.

Há no entanto um reparo que eu tenho de fazer: não concordo com a tradução usada neste vídeo, uma vez que os termos que foram usados para designar as dimensões de personalidade não são, a meu ver, os mais adequados. Com efeito, o tradutor usou "esmero" onde devia ter usado "consciencialidade" e "consensualidade" onde devia ter usado "agradabilidade". As diferenças não são triviais: consciencialidade é diferente de esmero, porque consciencialidade = planeamento + disciplina + esforço; de forma semelhante, consensualidade não é o mesmo que agradabilidade, porque o consenso implica cedências de parte a parte, enquanto a agradabilidade pressupõe que apenas um dos lados tende a ceder, o lado da pessoa agradável.

Faço notar que o  modelo de personalidade dos Grandes Cinco foi construído com base em dados estatísticos concretos e não com base em meras teorias académicas, sendo muito usado pelos psicólogos para prever -com bastante rigor- a forma como as pessoas percebem e interagem com o mundo ao seu redor, bem como o seu (in)sucesso na vida pessoal, académica e profissional. Quem estiver interessado em saber mais sobre este modelo tem à sua disposição as aulas que o Prof. Peterson leccionou o ano passado (2017) nesta playlist do YouTube.

Entretanto, no paraíso socialista da Venezuela... (3)


     Um muito obrigado! ao Raghnar por nos ter trazido aqui mais este exemplo concreto de socialismo na prática:

«O Estado venezuelano de Carabobo, 150 quilómetros a leste de Caracas, aprovou uma lei que proíbe as pessoas de dormir e mendigar nas ruas daquela região, apesar do aumento da pobreza na Venezuela. Carabobo é dirigido por Rafael Lacava, do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, o partido do governo) e o decreto Conselho Legislativo local, aprovado a 28 de Janeiro mas conhecido hoje depois de o diário local El Carabobeño denunciar o novo "medo" das pessoas que vivem nas ruas.

A situação afecta sobretudo dezenas de idosos, que não têm recursos para pagar um quarto para dormir e que têm que pedir esmola, recolher produtos recicláveis como garrafas de plástico e latas para vender e com esse dinheiro comprar alimentos, dependendo ainda da boa vontade de comerciantes.


No caso de crianças e adolescentes, a lei estabelece que estão "regulados" pela Lei Orgânica de Protecção a menores. A nova lei, segundo as autoridades locais pretende contribuir para "melhorar a qualidade de vida da cidadania" e promover "as estruturas sociais e culturais" na região. As multas previstas poderão ir até às sete mil unidades tributárias para quem viole a lei, ou seja 2.100.000 bolívares fortes (127.118 euros à taxa oficial de câmbio).

A Lei de Convivência Cidadã, como se designa a lei aprovada, dirige-se ainda a outras áreas. As multas e o trabalho comunitário são aplicáveis a quem "incitar aos protestos" ou obstaculizar as vias públicas, por exemplo, ou transportar excesso de passageiros, conduzir com música em alto volume, ocupe áreas de estacionamento para deficientes ou não use o cinto de segurança e capacete.»

Quero chamar a atenção para a imagem acima, que foi publicada no Diário de Noticiazinhas juntamente com esta notícia. A legenda original da figura era esta: "Muitas pessoas na Venezuela subsistem recolhendo do lixo material reciclável que tentam depois vender". Ora, como bem observou o Raghnar:
«Na legenda da imagem, onde se vê malta a remexer no lixo, a malta está "à procura de lixo reciclável para vender", não à procura de comida. Até o cão, que deve estar a precisar de comprar cigarros. Bardamerda com a manipulação...» 
_____________________________ 
Outras maravilhas da Venezuela:

Entretanto, no paraíso socialista da Venezuela... (2) 
Entretanto, no paraíso socialista da Venezuela...
A inflação anual bate um novo recorde na Venezuela: 844,22%!
Ironia das ironias: a Venezuela dos dias de hoje parece ter saído de um livro do comuna Saramago!
A mãe de todas as dietas, só na Venezuela!!! 😆
Maravilhas do socialismo posto em prática...
Mais um português assassinado na Venezuela (11)
As cidades mais violentas do mundo em 2015
Pérolas do comunismo: Maduro pede às venezuelanas que usem o secador de cabelo menos vezes
Amnistia Internacional denuncia repressão letal contra manifestantes venezuelanos

"Misandria nos Mé(r)dia" ou o mito disparatado do Patriarcado, partes 1 e 2 (com legendas)


     Há já alguns anos que sigo esta excelente série de vídeos, "Misandria nos Mé(r)dia", pelo que decidi começar a traduzi-la. Este vídeo não tem como objectivo atacar as mulheres. Desde logo porque as feministas, que são várias vezes criticadas neste vídeo, não falam em nome das mulheres. Não, não falam, tenham santa paciência, mas não basta formar um clubezito de mulheres ressabiadas para se poder falar em nome todas as mulheres! Era só o que faltava!... O objectivo deste vídeo é mostrar o quão ridícula é a ideia de que vivemos num Patriarcado: se vivemos mesmo num Patriarcado em que as mulheres são cruelmente oprimidas, como é possível que haja tantos anúncios a ridicularizar os homens?...

Mais uma vez relembro que eu tenho um canal de YouTube para onde carrego muitos vídeos como este. Subscrevam-se!